Terapias alternativas podem ser aliadas contra o câncer de mama

Neste mês, a cada ano, o movimento Outubro Rosa busca alertar as mulheres e toda a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico para evitar o câncer de mama. Neste campo, as terapias alternativas também podem ter um papel importante no equilíbrio do organismo. São as chamadas Práticas Integrativas e Complementares (PICs), entre essas, a homeopatia, florais, aromaterapia, o Reiki, a meditação, a fitoterapia e a biodança. É o que defende a farmacêutica homeopata Amarylis de Toledo Cesar.

A especialista ressalta a relação próxima das enfermidades com as emoções e lembra que as PICs ajudam a equilibrar a saúde emocional e podem contribuir para a prevenção e o tratamento de doenças. E o melhor é que elas estão inseridas no SUS, acessíveis à população.

“Um estado de espírito melhor e mais tranquilo e as emoções compreendidas favorecem o estado de saúde como um todo. E um melhor estado de saúde significa uma imunidade melhor e a imunidade te protege de várias doenças. Então, pode ser que com um corpo físico e emocional mais equilibrado você provavelmente vai ter mais defesa contra doenças como também em relação a câncer”.

A terapeuta recomenda o uso das práticas integrativas também para minimizar os sinais e sintomas de doenças já instaladas, como o câncer de mama. A ideia é que esses métodos ajudem o paciente a manter a tranquilidade e a ter mais disposição durante o tratamento. A especialista explica como a homeopatia age neste caso.

“Ela pode contribuir para alívio dos sintomas da doença, para alívio dos sintomas colaterais de tratamentos convencionais como quimioterapia, radioterapia, cirurgia, hormonioterapia. E mesmo assim, no caso de uma situação já irreversível, o que a homeopatia pode fazer é trazer uma qualidade de vida muito melhor.”

Amarylis de Toledo Cesar faz parte do grupo de Trabalho sobre Homeopatia do Conselho Federal de Farmácia.

Fonte: Comunicação do CFF, CRF-MT

http://crfmt.org.br/terapias-alternativas-podem-ser-aliadas-contra-o-cancer-de-mama/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *